Aurora

À Quintana:

E todos aquilos
que um dia estiveram atravancando o meu corpinho
(...)

Eles passaram.
Eu passarinho! v.V

_Aline, 21/03/2015.



segunda-feira, 18 de março de 2013

Parodiando Neruda...


Se nada nos salva 
dos desprazeres 
(da vida)
que pelo menos a poesia nos salve 
da morte
(em vida)
[!]

(Aline Barra – 18/03/2013)