Aurora

À Quintana:

E todos aquilos
que um dia estiveram atravancando o meu corpinho
(...)

Eles passaram.
Eu passarinho! v.V

_Aline, 21/03/2015.



domingo, 30 de novembro de 2014

das conjugações verbais



temo
mas quero te(A)mar

deixa ?



_Aline, 30/11/2014.
_para um "arcanjo" tímido



Cena do filme O Segredo dos Seus Olhos



sábado, 29 de novembro de 2014

escafandristas


a gente vive reivindicando amor
queremos ser amados queremos amar queremos amor
queremos e até amamos

porque amar é fácil
sofrer por amores perdidos ou não correspondidos
é infinitamente fácil - temos talento para o sofrimento e a vitimização

insuportável é ser amado

de todas as violências
ser amado é a que mais assombra

saber-se amado é paralisante

disseram os gregos que eros é união e potência
discordo
eros é - antes
nó na garganta dor na barriga e pernas bambas

eros é desconstrução desabamento inundação

suportar o amor não é para o corpo - frágil
é para a alma
bailarina - nua e míope

_Aline, 29/11/2014.




** Dialogando com o poema "corpo é casca deferida", de Líria Porto.

sábado, 22 de novembro de 2014

da trajetória do desejo (!)


abro a porta e ele se mostra
tímido
meio sem lugar
sem conseguir dissimular o apetite que o consome

(definitivamente a lua e o conhaque não são bons companheiros)

tento o tato
quem sabe o verbo ?
não. ele gosta de carne

proponho rodopios
ele prefere saltos

| rendida |
solto me

pois poesia e castidade não se dão


_Aline, 22/11/2014.


Cena do filme A Insustentável Leveza do Ser

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

V e r m e l h o ______


o coração o sol o fogão

Vermelha
a paixão a cama a menstruação

Vermelho
o pudor o poder Stop

Vermelhos
o corte a corte
a China, o Tibet e o Japão

Vermelha
a vida

Ver-me-lho em mim


_Aline, 05/11/2014.


Pablo Picasso, O Sonho.