Aurora

À Quintana:

E todos aquilos
que um dia estiveram atravancando o meu corpinho
(...)

Eles passaram.
Eu passarinho! v.V

_Aline, 21/03/2015.



quarta-feira, 16 de julho de 2014

Augustine: a histeria e a ciranda do sintoma


Cena do filme Augustine, de Alice Winocour, 2013.


I - o corpo em cena


ante o aparato técnico
câmera médico e a pausa hipnótica 

desenha-se 
a trajetória do padecimento

a via crucis no corpo

na histérica 
expectativa de registro e redenção

ela despe-se ao olhar do médico
e tece a teia que a enreda 

a arte da enfermidade

convulsões letargias delírios
contrações espasmos síncopes

é a dialética mística do encanto!


II - Augustine


em cena encena
dá corpo ao sintoma
num balé entre pólos

fecha abre 
desfalece enrijece 

revela e reivindica

dá-se inteira
ao drama do desejo

segue a trama 

encena impressiona afeta
e sai discreta
não invisível

expõe: a combustão histérica re/clama re/conhecimento 


_Aline, 15/07/2014.


** Escrito a partir do filme" Augustine" (França/2013), de Alice Winocour e do texto "A invenção da histeria" de Rafael A. P. Junior.